Quinta-feira, Outubro 21, 2021

Editorial

É proibido proibir!

Este editorial é de celebração. Sem euforias, mas com muito orgulho. Os números de 2020 foram muito relevantes. Podemos, de novo, dizer que, entre as empresas que depositam as contas como a lei determina, somos a líder de mercado, mas somos, sobretudo, uma empresa cada vez mais sólida.

Volta ao mundo numa página

António Cunha Vaz, Presidente CV&A

Lotaria

António Cunha Vaz, Presidente da CV&A https://revistapremio.pt/wp-content/uploads/2021/01/roda_da_sorte.jpg Inicia-se um novo ano com os costumeiros votos de paz, saúde e amor a que se juntam, para os mais materialistas, os de prosperidade. A saúde é particularmente relevante neste ano de incerteza, mas...

A Véspera

António Cunha Vaz, Presidente da CV&A O dia anterior a algo, desejado ou não, acontecer é sempre relevante. E este número da Prémio é o último deste ano sendo, pois, também, o de véspera de ano novo. E que ano...

Nova normalidade… exige-se!

António Cunha Vaz, Presidente da CV&A Em Março, dia 12, a anterior Prémio ficou impressa e pronta a distribuir. Foi colocada no seu site – www.revistapremio.pt – mas não foi distribuída. Uma pandemia afectou tudo e todos e, mesmo com...

Um ano em mudança rápida

António Cunha Vaz, Presidente da CV&A A Prémio já faz parte da leitura trimestral de cerca de três mil e quinhentas pessoas. É um órgão de comunicação social livre, que reflecte opiniões responsáveis de diversos ‘players’ de mercados nos quais...

Artigos recentes | Recent articles

Tal&Qual: ponto final, parágrafo…

José Paulo Fernandes Fafe, Antigo jornalista, accionista maioritário da empresa proprietária do "Tal&Qual"

“Sem o esforço dos privados, o Estado Português não teria conseguido fazer frente à pandemia”

Em entrevista à PRÉMIO, José Germano de Sousa, patologista clínico e presidente do Centro de Medicina Laboratorial Germano de Sousa, falou-nos do seu percurso enquanto médico, passando pelo cargo de Bastonário e do crescimento da sua rede de laboratórios, que se posicionam em termos de análises na área da patologia clínica como o principal ‘player’ nacional do sector, sendo actualmente responsáveis por cerca de 15 a 16% dos testes Covid que se realizam em Portugal.

“Honne to Tatemae”

Sónia Ito, Arqueóloga e Professora
- Advertisement -