Domingo, Fevereiro 25, 2024

Desporto

Espírito olímpico é a marca portuguesa nos Jogos de Inverno

Da “aventura estupenda” de Duarte Espírito Santo em Oslo 1952, à presença de um alentejano em Pequim 2022, que há dois anos nem sabia esquiar, a história da participação portuguesa em Jogos Olímpicos de Inverno é um percurso de acasos, contradições e genuíno olimpismo. Na competição chinesa estiveram, pela primeira vez, três atletas em modalidades diversas.

Teremos sempre Paris. 100 anos de participação portuguesa nos Jogos Olímpicos

Paris 2024 marca 100 anos da primeira medalha olímpica portuguesa. A contabilidade do medalheiro português começou em tons de Bronze no Hipismo com quatro cavaleiros, dois civis e dois militares e sai de Tóquio com o recorde de quatro metais preciosos ao peito, duas no atletismo, uma delas de Ouro, no judo e na canoagem. No total, Portugal contabiliza 28 medalhas, sendo 5 de Ouro, 9 de Prata e 14 de Bronze. O Atletismo é rei nas 9 modalidades galardoadas e tem o exclusivo dourado. Depois de dois diplomas na estreia do surf e skate na lista olímpica, o ‘breakdance’ português pode ir dançar a Paris.

Futuro do Jornalismo Desportivo Contra a Espuma dos Dias

André Pipa FUTURO do jornalismo desportivo é o tema deste artigo. Hesitei antes de escolher a abordagem. Poderia escrever uma peça pomposa, cheia de palavras caras e verdades de La Palisse dificilmente refutáveis por alguém com um mínimo de bom...

Artigos recentes | Recent articles

Um país na flor da idade

Nos últimos 20 anos Angola sofreu inúmeras transformações, desde a mais simples até à mais complexa. Realizou quatro eleições legislativas, participou pela primeira vez numa fase final de um campeonato do mundo, realizou o CAN e colocou um satélite em órbita.

David Cameron

David Cameron foi Primeiro-Ministro do Reino Unido entre 2010 e 2016, liderando o primeiro Governo de coligação britânico em quase 70 anos e, nas eleições gerais de 2015, formando o primeiro Governo de maioria conservadora no Reino Unido em mais de duas décadas.

Cameron chegou ao poder em 2010, num momento de crise económica e com um desafio fiscal sem precedentes. Sob a sua liderança, a economia do Reino Unido transformou-se. O défice foi reduzido em mais de dois terços, foram criadas um milhão de empresas e um número recorde de postos de trabalho, tornando-se a Grã-Bretanha a economia avançada com o crescimento mais rápido do mundo.

Conferências com chancela CV&A

Ao longo de duas décadas, a CV&A tem vindo a promover conferências de relevo e interesse nacional, com a presença de diversos ex-chefes de Estado e de Governo e dirigentes políticos de influência mundial.
- Advertisement -