Quarta-feira, Junho 19, 2024

Dossier Cultura

Momo. O museu na Lousã onde o circo deixou de ser itinerante para afirmar a sua história

Circo
Nos arredores da vila da Lousã, na antiga escola primária da Foz do Arouce, nasceu, em 2019, o Momo. Este museu do circo é o concretizar do sonho de um palhaço alemão, que se apaixonou por aquela região, e que, ao lado de uma atriz portuguesa, criou um espaço de vida e memória que procura dignificar as artes circenses – um património, para Detlef Schaff e Eva Cabral, muitas vezes, marginalizado. Palhaços, ilusionistas, malabaristas… aqui só não se recordam “os homens cinzentos.”

“O contacto com os artistas enriquece-me”

Fernando Figueiredo Ribeiro
Na passada década, aquilo que começou com um encanto inesperado saiu da esfera privada para dar origem à Colecção Figueiredo Ribeiro. São cerca de 2800 obras, representativas dos últimos 50 anos, que encontraram olhar público no Quartel da Arte Contemporânea de Abrantes.

“Macau é um palco de emoções”

Macau
O cruzamento entre as culturas oriental e ocidental é o que distingue a cidade. A fusão traduz-se na arquitectura, oferta cultural, mas também na gastronomia e na língua. Além dos monumentos e outros pontos históricos, são vários os eventos que fazem da região um destino turístico.

O reconhecimento do Renascimento Português

Exposições
De 10 de Junho a 10 de Setembro, o Louvre acolhe 15 dos mais relevantes trabalhos da Renascença portuguesa, cedidos pelo Museu Nacional de Arte Antiga. “L’Age d’Or de la Renaissance Portugaise” é o título da exposição que presta homenagem a uma pintura que “merece ser conhecida” e que vai beneficiar da projecção de um dos museus mais visitados do mundo. A mostra está inserida na Temporada Cruzada Portugal-França.

“A arte é um sonho tornado realidade”

João Esteves de Oliveira
Ao longo de perto de duas décadas, deu a cara e o nome por uma galeria única: um espaço dedicado a trabalhos sobre papel. De apaixonado por arte, João Esteves de Oliveira descobriu-se coleccionador e ofereceu ao público a sua leitura como galerista. A Galeria Esteves de Oliveira pode ter fechado portas, mas a arte nunca vai deixar de ocupar os seus sonhos – nem o seu olhar.

“Nenhum livro nasce da mesma maneira. Em todo o caso, o mais importante é sempre encontrar a voz certa para contar aquela...

Entrevista José Eduardo Agualusa, Escritor
José Eduardo Agualusa acaba de receber o grande prémio de crónica e dispersos literários, atribuído pela Associação Portuguesa de Escritores, com o livro “O Mais Belo Fim do Mundo”, que reúne crónicas, contos e notas diarísticas, escritos entre 2018 e 2021 na revista Visão, na Granta e no jornal brasileiro o Globo. Em entrevista à PRÉMIO, o escritor angolano fala do seu novo projecto literário, uma espécie de biografia que diz ser também um ensaio sobre a história recente de Angola.

Uma “viagem” pela ARCOlisboa

Mafalda Belfort Henriques, Consultora de Arte

O Feijão e o Sonho

Publicidade e Cultura
Edson Athaíde*, Publicitário

Para ler o artigo em inglês: clique aqui

Aqui, a Arte e os Artistas estão num porto seguro

A ideia começou a germinar em 1991, por causa do desafio lançado por sete pintores angolanos que tinham, um ano antes, exposto obras suas, dando cores vivas ao 12.º aniversário da ENSA.

O grande desafio do cinema

Cinema
Mário Augusto

Artigos recentes | Recent articles

Um país na flor da idade

Nos últimos 20 anos Angola sofreu inúmeras transformações, desde a mais simples até à mais complexa. Realizou quatro eleições legislativas, participou pela primeira vez numa fase final de um campeonato do mundo, realizou o CAN e colocou um satélite em órbita.

David Cameron

David Cameron foi Primeiro-Ministro do Reino Unido entre 2010 e 2016, liderando o primeiro Governo de coligação britânico em quase 70 anos e, nas eleições gerais de 2015, formando o primeiro Governo de maioria conservadora no Reino Unido em mais de duas décadas.

Cameron chegou ao poder em 2010, num momento de crise económica e com um desafio fiscal sem precedentes. Sob a sua liderança, a economia do Reino Unido transformou-se. O défice foi reduzido em mais de dois terços, foram criadas um milhão de empresas e um número recorde de postos de trabalho, tornando-se a Grã-Bretanha a economia avançada com o crescimento mais rápido do mundo.

Conferências com chancela CV&A

Ao longo de duas décadas, a CV&A tem vindo a promover conferências de relevo e interesse nacional, com a presença de diversos ex-chefes de Estado e de Governo e dirigentes políticos de influência mundial.
- Advertisement -