Terça-feira, Agosto 16, 2022

Portugal está na moda no Brasil

Bruno Rosa*, PRÉMIO

Desde que começou a pandemia da Covid-19, em março de 2020, Portugal ganhou novo papel entre os brasileiros. Lisboa, Porto e outras cidades lusitanas entraram de vez no roteiro de quem mora no Brasil não apenas como opção de férias, mas, o mais importante, como destino de moradia permanente.

Em 2021, segundo dados do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), foram contabilizados pouco mais de 209 mil brasileiros morando legalmente em Portugal. É um aumento de 13,6% em relação ao ano anterior. Segundo estimativas do Ministério das Relações Exteriores do Brasil e de consultorias, esse número já está oscilando entre 300 mil e 400 mil pessoas.

Por trás desse novo êxodo está a cada vez mais intensa aproximação cultural e gastronômica entre os dois países, laços construídos há mais de 500 anos. Não por acaso os brasileiros hoje formam a maior comunidade imigrante em território português. A crise econômica no Brasil também vem servindo de mola propulsora nesse novo movimento migratório.

De olho nesse movimento, Portugal, naturalmente, está mais do que nunca na moda em todo o Brasil. Comecemos pela área cultural. É por isso, por exemplo, que a Bienal Internacional do Livro de São Paulo, o mais importante evento do setor literário do país, terá Portugal como convidado de honra. O evento está previsto para ocorrer entre os dias 2 e 10 de julho na capital paulista.

O evento é realizado pela Câmara Brasileira do Livro e reúne as principais editoras, livrarias e distribuidoras de livros no país. O tema da participação portuguesa no evento remete a uma frase célebre do português Valter Hugo Mãe: “É urgente viver encantado”. Por isso, opções não faltarão para quem quiser mergulhar no mundo lusitano, já retratado por Luís de Camões e Fernando Pessoa: em uma extensa programação cultural, haverá espaços dedicados a temas contemporâneos, apresentações de ‘best sellers’, realização de sessões de autógrafos, iniciativas unindo gastronomia e literatura, além de momentos especiais para o universo infanto-juvenil.

Tudo isso em um espaço exclusivo dedicado a Portugal com 500 metros quadrados. Parte desse espaço vai contar com uma livraria que vai reunir 21 escritores de Portugal, de países africanos que têm a língua portuguesa como a oficial, além do Timor-Leste. Alguém duvida que será um dos locais mais cobiçados e disputados de todo o evento? É como bem disse o Instituto Camões, que classificou o evento deste ano como uma espécie de “reencontro” entre os autores da língua portuguesa.

Há ainda nesse ano atípico ano de 2022 as celebrações dos 100 anos da primeira travessia aérea do Atlântico Sul, com Artur Sacadura Cabral e Carlos Gago Coutinho a bordo do célebre hidroavião “Lusitânia”. A data, um marco na aviação civil mundial, será celebrado em conjunto entre Portugal e Brasil, com uma série de eventos culturais.

Mas o ano de 2022, com o pior da pandemia ficando para trás, ao que tudo indica, contará ainda com novos eventos como o Rock in Rio, marcado para setembro no Rio de Janeiro e que vai reunir empresas portuguesas e órgãos do setor de turismo. Será mais um evento a se somar aos já feitos neste ano, como a 16ª edição brasileira do Portugal United, que passou por São Paulo, Florianópolis, Goiânia, Brasília e Rio de Janeiro com ‘workshops’ para apresentar o destino Portugal a representantes do setor turístico.

Todos esses eventos ocorrem em um momento de celebração com a inauguração do Museu da Língua Portuguesa, no segundo semestre de 2021. O Complexo da Estação da Luz, tido como património histórico de São Paulo, estava fechado desde 2015 após um incêndio. Assim, o local já se tornou hoje um símbolo de todo esse atual movimento, de celebração da cultura portuguesa entre os dois lados do Atlântico, tornando cada vez mais apertados os laços entre Brasil e Portugal.

Até dezembro uma série de novos eventos deve ocorrer para celebrar a cultura e gastronomia portuguesa no Brasil. Depois de 500 anos do descobrimento do Brasil por Portugal, as relações entre os dois países nunca estiveram tão próximas, com cada vez mais brasileiros querendo redescobrir Portugal.

(Texto escrito na língua de origem do autor)

Partilhe este artigo:

- Advertisement -
- Advertisement -

Artigos recentes | Recent articles

Momo. O museu na Lousã onde o circo deixou de ser itinerante para afirmar a sua história

Circo
Nos arredores da vila da Lousã, na antiga escola primária da Foz do Arouce, nasceu, em 2019, o Momo. Este museu do circo é o concretizar do sonho de um palhaço alemão, que se apaixonou por aquela região, e que, ao lado de uma atriz portuguesa, criou um espaço de vida e memória que procura dignificar as artes circenses – um património, para Detlef Schaff e Eva Cabral, muitas vezes, marginalizado. Palhaços, ilusionistas, malabaristas… aqui só não se recordam “os homens cinzentos.”

“O contacto com os artistas enriquece-me”

Fernando Figueiredo Ribeiro
Na passada década, aquilo que começou com um encanto inesperado saiu da esfera privada para dar origem à Colecção Figueiredo Ribeiro. São cerca de 2800 obras, representativas dos últimos 50 anos, que encontraram olhar público no Quartel da Arte Contemporânea de Abrantes.

O meu Fado

Joana Mortágua, Deputada do BE

Frente Mar

A não perder
A segunda Conferência dos Oceanos da Organização das Nações Unidas vai reunir em Lisboa a comunidade internacional para um conjunto de debates sobre poluição marinha, conservação de ecossistemas ou pesca sustentável.

Luanda, cidade de cultura

Angola
A capital angolana é rica em espaços culturais, para além das maravilhosas praias, da deliciosa gastronomia, e da mítica alegria e hospitalidade do seu povo. Há inúmeras opções para preencher a agenda em Luanda. Tome nota de um roteiro que promete tornar os seus dias na cidade ainda mais cheios. E, se tiver tempo, dê um salto às províncias.

“Macau é um palco de emoções”

Macau
O cruzamento entre as culturas oriental e ocidental é o que distingue a cidade. A fusão traduz-se na arquitectura, oferta cultural, mas também na gastronomia e na língua. Além dos monumentos e outros pontos históricos, são vários os eventos que fazem da região um destino turístico.

Mais na Prémio

More at Prémio

- Advertisement -