Quarta-feira, Junho 19, 2024

Um planeta sustentável chamado Delta Cafés

Delta Cafés

A sustentabilidade faz parte do ADN da Delta Cafés já lá vão 60 anos. A empresa com sede em Campo Maior tem apostado em acções de sustentabilidade, consciente e empenhada em contribuir de forma activa para um equilíbrio entre os três pilares – económico, ambiental e social – de uma sociedade sustentável.

compromisso com a sustentabilidade abrange, aliás, todas as áreas da empresa e estende-se pela cadeia de valor da actividade da companhia, desde a frota eléctrica a painéis solares, passando por acções de economia circular ou de poupança de recursos hídricos, entre outros.

A parceria com a ‘start up’ Nãm, que em meados do ano passado cresceu para Cascais, é talvez a face mais visível de acções de economia circular. Nascido em 2018, em Marvila, Lisboa, é um projecto apoiado pela Delta, de uma quinta urbana que recorre desde 2020 a borras de café para o processo de cultivo orgânico de cogumelos de ostra frescos. É feita uma recolha controlada da borra de café nos clientes Delta em Lisboa, sendo os cogumelos posteriormente vendidos a esses mesmos clientes, completando um círculo perfeito.

A NÃM – Urban Mushroom Farm, em Marvila, e a unidade de produção de Famões, em Odivelas, têm uma capacidade de produção de 30 toneladas de cogumelos anuais, o equivalente a 100 toneladas de borra de café reutilizada. Em termos ambientais, estes números traduzem-se ao equivalente a 480 árvores plantadas e menos 1200 carros em circulação, que permite uma redução anual de consumo de 48 toneladas de CO2.

Em Junho de 2022, a Nãm Urban Farm abriu uma nova quinta urbana em Cascais, respondendo à crescente procura de cogumelos Nãm e criando uma ligação com a comunidade de agricultores urbanos de economia circular da autarquia, sendo, ao mesmo tempo, um espaço de aprendizagens educativas, fomentando a visita de escolas, partilhando a paixão pela sustentabilidade, pela agricultura urbana, e inspirando jovens empreendedores a criar novas ideias em prol de um mundo melhor.

Poupar o ambiente
Também a Delta Q eQo, a primeira cápsula biodegradável com tripla certificação (Biológica, UTZ e Rainforest Alliance), lançada em 2020, é um exemplo de circularidade da Delta, que, incentiva o cultivo de café de forma sustentável. A companhia utiliza na produção dos seus lotes, café proveniente de 60 origens, adquirindo o café com o objectivo de melhorar as condições de vida dos produtores, junto de quem desenvolve programas de apoio. Em Angola por exemplo, a empresa desenvolve várias acções para promover a capacitação dos produtores.

No transporte, a Delta substitui os camiões pelo comboio no transporte do café entre o porto de Lisboa e Campo Maior reduzindo a energia gasta e os níveis de poluição e, na transformação, mantêm uma preocupação constante em optimizar o consumo de recursos. Para tal, realiza o adequado tratamento dos resíduos gerados pela sua actividade, monotoriza a sua pegada carbónica ao longo do ciclo de vida do produto e procede à respectiva compensação.

Acresce a existência de um sistema de gestão integrado que incorpora a Qualidade, a Segurança Alimentar, o Ambiente, a Responsabilidade Social, e a Saúde e Segurança dos Colaboradores – todos têm direito a um seguro de saúde. A Delta Cafés tem contribuído para a criação de emprego e promoção do desenvolvimento sócio-económico na região do Norte alentejano.

Próxima das comunidades
A Delta, que foi pioneira em comercializar produtos neutros em carbono, assume o seu papel junto das comunidades. Promove o Voluntariado Empresarial, através da Associação Coração Delta, e tem apoiado actividades promotoras do bem-estar de crianças e idosos. Criou o Centro Educativo Alice Nabeiro, aberto à comunidade e com capacidade para 115 crianças, e o Centro Internacional de Pós-graduação Comendador Rui Nabeiro para a formação dos seus colaboradores e comunidade, entre outros apoios a instituições de ensino tendo por base este mesmo objectivo.

Outro bom exemplo de foco nas pessoas e nas comunidades é o projecto que resultou de um protoloco com o Estabelecimento Prisional de Lisboa, para a implementação de uma oficina de reparação de máquinas de café, moinhos e máquina de louça para restauração. O objectivo foi, após ser ministrada formação aos reclusos, contribuir para promover a sua reinserção social no mercado de trabalho. Os serviços prestados são remunerados pela Delta Cafés, que assim contribui para elevar também a sua auto-estima, criando competências para o futuro. 

Partilhe este artigo:

- Advertisement -
- Advertisement -

Artigos recentes | Recent articles

Um país na flor da idade

Nos últimos 20 anos Angola sofreu inúmeras transformações, desde a mais simples até à mais complexa. Realizou quatro eleições legislativas, participou pela primeira vez numa fase final de um campeonato do mundo, realizou o CAN e colocou um satélite em órbita.

David Cameron

David Cameron foi Primeiro-Ministro do Reino Unido entre 2010 e 2016, liderando o primeiro Governo de coligação britânico em quase 70 anos e, nas eleições gerais de 2015, formando o primeiro Governo de maioria conservadora no Reino Unido em mais de duas décadas.

Cameron chegou ao poder em 2010, num momento de crise económica e com um desafio fiscal sem precedentes. Sob a sua liderança, a economia do Reino Unido transformou-se. O défice foi reduzido em mais de dois terços, foram criadas um milhão de empresas e um número recorde de postos de trabalho, tornando-se a Grã-Bretanha a economia avançada com o crescimento mais rápido do mundo.

Conferências com chancela CV&A

Ao longo de duas décadas, a CV&A tem vindo a promover conferências de relevo e interesse nacional, com a presença de diversos ex-chefes de Estado e de Governo e dirigentes políticos de influência mundial.

Mais na Prémio

More at Prémio

- Advertisement -