Segunda-feira, Maio 10, 2021

Programa TechShare com 10 participantes Portuguesas

Que oportunidades o mercado de capitais pode oferecer às empresas tecnológicas e como estas se podem preparar para um eventual IPO? Dar respostas a estas questões e apoiar empreendedores a familiarizarem-se com o mercado de capitais é o principal objectivo do programa TechShare da Euronex, lançado em 2015.

A 6ª edição deste programa, que teve início em Outubro de 2020 e vai decorrer até Junho de 2021, acolhe empresas inovadoras de oito países: Alemanha, Bélgica, Espanha, França, Holanda, Itália, Portugal e Suíça.

O TechShare 2020/2021 conta com a sociedade de advogados Morais Leitão, o banco CaixaBank/BPI, a CV&A (Cunha Vaz & Associados) e a Consultora PwC como parceiros institucionais.

Fique a conhecer as 10 empresas portuguesas participantes na edição deste ano e de que forma consideram que o mercado de capitais poderá potenciar o seu crescimento futuro.

FUNDAÇÃOESTABLISHED IN 2016
COLABORADORESEMPLOYEES 9
SEDEHEAD OFFICE Braga
SECTOR Healthtech
CEO Vítor Crespo
WEBSITE www.criamtech.com

FUNDAÇÃOESTABLISHED IN 2017
COLABORADORESEMPLOYEES 119
SEDEHEAD OFFICE Lisboa
SECTOR Fintech
FOUNDER, CEO Rui Bairrada
WEBSITE www.doutorfinancas.pt

“O mercado de capitais é uma das alternativas de financiamento disponíveis, tais como o financiamento bancário ou o levantamento de capital. Não sendo a solução mais ´cost efficient’, é uma alternativa que pode potenciar a nossa estratégia de crescimento e internacionalização, e que não descartamos na nossa avaliação e análise ao mercado.”

FUNDAÇÃOESTABLISHED IN 2013
COLABORADORESEMPLOYEES 120
SEDEHEAD OFFICE Santo Tirso
SECTOR Travel tech
CEO Hugo Oliveira
WEBSITE www.indiecampers.com

FUNDAÇÃOESTABLISHED IN 2015
COLABORADORESEMPLOYEES 43
SEDEHEAD OFFICE Lisboa
SECTOR Fintech
CEO Sérgio Nunes
WEBSITE www.liqui.do

“Sendo o ‘renting’ de equipamentos um negócio de capital intensivo, com a compra dos equipamentos a pronto e com a recuperação do investimento a longo prazo, a diversificação das fontes de financiamento representa uma oportunidade de expansão do negócio.”

FUNDAÇÃOESTABLISHED IN 2015
COLABORADORESEMPLOYEES 46
SEDEHEAD OFFICE Braga
SECTOR Fintech
FOUNDER, CEO Ricardo Costa
WEBSITE www.loqr.io

FUNDAÇÃOESTABLISHED IN 2002
COLABORADORESEMPLOYEES 33
SEDEHEAD OFFICE Lisboa
SECTOR Aeroespacial | Aerospace
CEO Ivo Yves Vieira
WEBSITE www.lusospace.com

FUNDAÇÃOESTABLISHED IN 1983
COLABORADORESEMPLOYEES 560
SEDEHEAD OFFICE Oliveira de S. Mateus
SECTOR Soluções Industriais | Industrial Solutions
CEO Fernando Pinto
WEBSITE www.roqinternational.com

“O mercado de capitais é uma forma eficaz de alargar a base de investidores na empresa e, em paralelo, é uma ferramenta diferenciadora para reforçar o nosso modelo de atracção e retenção de talentos, os quais são pilares importantes da nossa estratégia de desenvolvimento.”

FUNDAÇÃOESTABLISHED IN 2013
COLABORADORESEMPLOYEES 13
SEDEHEAD OFFICE Sagres
SECTOR Biotech
CO-FOUNDER, CEO Pedro Lima
WEBSITE www.sea4us.pt

“O mercado de capitais permitirá a entrada e saída de accionistas com valorização a preço de mercado, aumentando a capacidade de obtenção de financiamento através do alargamento da base de investidores e garantindo o crescimento sustentável da empresa.”

FUNDAÇÃOESTABLISHED IN 2013
COLABORADORESEMPLOYEES 23
SEDEHEAD OFFICE Lisboa
SECTOR Cibersegurança | Cybersecurity
CEO Fábio Fischer de Aguiar
WEBSITE www.sikur.com

“O crescimento exponencial do mercado de cybersegurança e nossa presença em 4 continentes faz com que a relação com o mercado de capitais seja factor estratégico para o crescimento e execução de nosso plano de ‘go to market global’, além do apoiar a governança corporativa e posicionamento geral da companhia.”

FUNDAÇÃOESTABLISHED IN 2016
COLABORADORESEMPLOYEES 21
SEDEHEAD OFFICE Aveiro
SECTOR Inteligência Artificial | Artificial Intelligence
CO-FOUNDER, CEO Gonçalo Consiglieri
WEBSITE www.visor.ai

“O mercado de capitais poderá dar-nos acesso ao investimento que necessitamos para crescer internacionalmente, assim como a credibilidade necessária para nos estabelecermos como uma referência na oferta de ‘chatbots’ e soluções de automação.”

Partilhe este artigo:

- Advertisement -
- Advertisement -

Artigos recentes | Recent articles

“Sem o esforço dos privados, o Estado Português não teria conseguido fazer frente à pandemia”

Em entrevista à PRÉMIO, José Germano de Sousa, patologista clínico e presidente do Centro de Medicina Laboratorial Germano de Sousa, falou-nos do seu percurso enquanto médico, passando pelo cargo de Bastonário e do crescimento da sua rede de laboratórios, que se posicionam em termos de análises na área da patologia clínica como o principal ‘player’ nacional do sector, sendo actualmente responsáveis por cerca de 15 a 16% dos testes Covid que se realizam em Portugal.

“Honne to Tatemae”

Sónia Ito, Arqueóloga e Professora

A Corporate Governance no novo mundo multi-stakeholder: realidades e desafios

António Gomes Mota, Professor Catedrático da ISCTE Business School

Mais na Prémio

More at Prémio

- Advertisement -